/ SolidWorks e as Dicas do Kastner: SolidWorks Simulation 2014 – Pós-processamento Parte 2

SolidWorks Simulation 2014 – Pós-processamento Parte 2

Postado por Guilherme Kastner Dia 10 de fevereiro de 2014

Senhores,

Dando continuidade a série de posts sobre pós-processamento… Agora temos a parte dos elementos de cascas. A principal coisa que deveremos considerar sobre peças que utilizarão esse tipo de elemento…

São peças muito finas se consideradas a largura e altura delas. Qual tipo de peça possui essa característica no SolidWorks mesmo? As peças de chapas metálicas, essas mesmo.

O problema

O elemento de casca ele não possui espessura em sua representação padrão. A entidade é representada como uma superfície e a espessura é considerada apenas nos cálculos do simulation.

Um exemplo de problemática que pode representar o problema do que nos leva a utilizar a malha de casca é que se é recomendável ao menos dois elementos tetraédricos na espessura de uma peça com malha sólida. No exemplo abaixo é fácil e a peça tem o dimensional de 100 x 50 x 10 mm.

image

Em uma peça de 200 x 100 x 2 mm o elemento necessita ser muito pequeno para uma representação aceitável. Veja a visão geral do componente.

image

A espessura pode ser vista abaixo

image

Basicamente, pode-se analisar uma grande propagação de elementos... Quanto mais elementos, mais pontos e quanto mais pontos mais tempo de simulação.

Quando estamos desejando uma maior

Os seguintes tipos de peças são considerados componentes com elementos de casca no Simulation:

  • Peças de chapas metálicas e a espessura é considerada automaticamente na simulação.
  • Peças de superfícies mas a criação das mesmas depende de inserção manual de valor de espessura

Peças criadas por geometrias diferentes das listadas acima podem virar elementos de casca desde que as faces das mesmas sejam selecionadas manualmente e os valores de espessuras atribuídos.

O pós-processamento

O problema da malha de casca sempre esteve em visualizar o pós processamento. Uma vez que não era possível analisar de forma simultânea os dois lados do componente.

Ou se analisava o lado superior da casca, ou o lado inferior… Nunca a peça como um todo.

image

Abaixo a imagem com o lado inferior da casca

image

A situação não era caótica para o usuário mas ele necessitava analisar duas plotagens em separado para checar as componentes de tensão. Observar que os gráficos das imagens possuem valores diferentes apesar da escala de cores ser semelhante.

Com a chegada do SolidWorks 2013, a representação da casca passou a ser executada com uma simulação da peça sólida

image

Notem que existe uma representação da espessura como um todo mas não a variação da tensão ao longo da mesma. O software faz essa exibição para simplificar a representação do modelo em relatórios mas o método de cálculo é mantido de forma igual ao já existente em versões anteriores.

Com isso, o usuário leigo em simulação não possuirá dificuldades na interpretação de resultados.

Montagens

Lembro que em situações de montagens muitos usuários optam por não utilizar cascas por falta de treinamento, capacitação, prática. A malha de casca não tem o automatismo de reconhecer alguns dos contatos globais, ao contrário da malha sólida.

Por preguiça, muitos optam por continuar na malha sólida e corroem o desempenho da simulação uma vez que existem muitos nós a mais para serem processados pelo solver.

Malha de casca é ótima em peças finas onde não estamos preocupados com detalhes que ocorrem na espessuras mas o usuário tem que estar preparado para configurar o processamento com algumas etapas mais detalhadas.

Conclusão

Novamente, o Simulation tem sofrido melhorias para que os usuários consigam interpretar os resultados de forma significativamente mais simplificada. Com isso, não há problemas em explicar métodos de cascas ou sólidos para usuários leigos a simulação na apresentação de um estudo executado uma vez que a representação será semelhante.

Senhores,

Me coloco a disposição de todos para eventuais esclarecimentos.

Sds,
Kastner

Outros Comentários:

Nenhum comentário

© Copyright SolidWorks e as Dicas do Kastner | Design por Paulo Estevão