/ SolidWorks e as Dicas do Kastner: Windows Live Mesh 2011 – SolidWorks

Windows Live Mesh 2011 – SolidWorks

Postado por Guilherme Kastner Dia 15 de outubro de 2010

imageSenhores,

Eu atualizei as minhas ferramentas do Windows Live para a versão 2011 e me deparei com um recurso bem interessante, o Windows Live Mesh. Esse recurso mostra como a computação na niverm está cada dia mais presente em nossas vidas e ela veio para ficar.

Para quem não lembra, eu já escrevi sobre computação na nuvem… Inclusive integrada ao SolidWorks.

http://www.kastner.com.br/2010/01/andando-nas-nuvens-servicos-de-internet.html

http://www.kastner.com.br/2010/02/plm-na-nuvem-novidade-solidworks-world.html

http://www.kastner.com.br/2010/02/novidades-sobre-o-solidworks.html

Agora quem está se aprimorando e lançando produtos aos usuários mundo a fora é a Microsoft. Existe um programinha que é o Windows Live Mesh. Pelo que vi e senti, ele possui duas funcionalidades.

1 – Acesso remoto

Com o programa instalado em minha estação de trabalho na empresa onde trabalho, posso deixar a estação de trabalho ligada a noite e acessá-la em casa. Simples, né?

Digamos que eu precise ver um e-mail, navegar para acessar algum arquivo ou realizar alguma operação que só pode ser executada na empresa junto ao computador que está sendo acessado. Não existem muitas novidades quanto a isso apenas o método de conexão junto ao computador.

Deixe-me explicar, a maioria dos métodos de conexão remota necessita de um IP para contato com o computador que será acessado. Para isso, existem muitos meios e softwares utilizados para esse tipo de acesso

  • Netmeeting
  • VNC
  • Àrea de trabalho remota do Windows

O problema novamente são as diretrizes de redes que as empresas colocam e acabam dificultando o acesso as estações de trabalho. Muitas vezes os computadores necessitam de IP Externo, Acesso a rede da corporação por VPN ou outro recurso.

Com o Windows Live Mesh o procedimento foi simplificado ao extremo basta apenas iniciar o aplicativo nas máquinas em que o usuário poderá acessar remotamente e na máquina que será a cliente.

No Windows Live Mesh deverá estar selecionado na guia Remoto e deve-se marcar a opção “Permitir conexões remotas com este computador”

image

Depois de ser executada esta opção a interface do acesso remoto muda para ficar conforme abaixo

image

Aparecerá na tela acima os computadores em que estarei com o Windows Live Mesh sendo executado com o meu Windows Live ID. Com isso, pode-se acessar o computador remotamente.

2 – Compartilhar arquivos

Para quem não sabe, eu não pago nada para manter este blog. Para o serviço de blog eu uso o Google, para os Vídeos uso o You Tube e para armazenar os meus arquivos uso o Sky Drive da Microsoft.

Agora o Windows Live Mesh pode compartilhar pastas de trabalhos na internet de forma simples e fácil. Como isso funciona? Simples, seleciona-se uma pasta de trabalho que desejamos compartilhar na Internet e o programa vai inserindo os arquivos automaticamente na internet.

image

Seleciona-se a opção “Sincronizar uma pasta” e selecione a pasta que será sincronizada na rede.

image

Os arquivos poderão ser armazenados em dois tipos de locais

  • Uma pasta do Sky Drive destinada ao armazenamento sincronizado de arquivos.
  • Uma pasta compartilhada em um computador em qualquer local do mundo que esteja conectado com o meu usuário no Windows Live Mesh.

image

Eu me senti melhor pensando em usar uma pasta do SkyDrive pois o mesmo passa 100% do tempo on-line. Seleciona-se esse diretório para sincronizar e com isso os arquivos serão enviados para o mesmo automaticamente.

Com isso, todos os arquivos serão enviados a este local do SkyDrive. No momento em que eu inserir um novo documento na pasta, o mesmo é enviado automaticamente ao SkyDrive por o Live Mesh visa a manter sempre os diretórios atualizados.

3 – Concorrentes

Pelo que li nos últimos tempos, partes de sincronização do Windows Live Mesh competem com o Picasa do Google e o Drop Box. O Picasa do Google serve apenas para sincronização de imagens e o Drop Box não é popular… Acreditem, ser popular é tudo mesmo.

4 – Benefícios

Acreditem que existem muitos benefícios para a sincronização de arquivos. Eu posso iniciar um projeto na empresa onde trabalho e acessar o mesmo em minha casa. Sem problema algum o arquivo é atualizado no momento em que eu salvar as atualizações e o Windows Live Mesh executar a sincronização. O problema pode ser o tempo que ele leva para sincronizar.

Smiley piscando

Tudo é questão de se avaliar a ferramenta. né?

5 – Observações Finais

Eu não testei a ferramenta tão a fundo, falta tempo…Se alguem a testar com a abertura de arquivos sincronizados em dois locais distintos, agradeceria.

Sds,
Kastner

Outros Comentários:

  1. Hmm Bacana o tópico...
    Mas eu jurava que o seu blog era movido a Wordpress!

    Estou usando a ferramenta à quase 15 dias já e posso dizer uma coisa: sensacional. O único problema é que minha conexão em casa é um tanto quanto lenta, mas só o fato de ter acesso aos arquivos nos dois sentidos é muito bom.

    Sem falar que é permitido troca de arquivos com o bom e velho "copy&paste". Basta selecionar o arquivo ou pasta em um dos computadores (remoto ou atual),mandar copiar e ir no outro (atual ou remoto) e dar colar. Acredito que a transferência é feita via p2p nesses casos. Não testei arquivos grandes, mas até 200 MB funciona que é uma beleza.

© Copyright SolidWorks e as Dicas do Kastner | Design por Paulo Estevão