/ SolidWorks e as Dicas do Kastner: Março 2010

Compatibilidade Reversa – Nada pode ser feito

Postado por Guilherme Kastner Dia 25 de março de 2010

image Senhores,

Compatibilidade reversa no SolidWorks é algo polêmico e que irrita a muitos usuários. Estava lendo o What’s New do SolidWorks 2010 para estudar para uma prova que tenho de prestar quando me lembrei de alguns detalhes. Quando salvamos um arquivo como SolidWorks 2010 ele não poderá ser aberto naturalmente em SolidWorks de versão anterior. Isso é a vida e é assim que as coisas funcionam. Vou prolongar os meus pensamentos nos próximos parágrafos.

Em primeiro lugar, o único concorrente do SolidWorks que era capaz de salvar um arquivo para ser aberto em uma versão mais antiga é o AutoCad. Vou tomar como exemplo alguns outros exemplos da AutoDesk como o Inventor e o falecido Mechanical Desktop. Ambos não possuem a possibilidade de manipular arquivos de versões anteriores. Lembro que na prática o Mechanical Desktop é uma derivação do AutoCad que também trabalhava com arquivo DWG mas mesmo assim os arquivos de um Mechanical Desktop 2004 não podem ser abertos e manipulados em um Mechanical Desktop 2002.

image Lembro que o Mechanical Desktop possuímos uma série de semelhanças com o SolidWorks

  • Features
  • Arquivos de peças (extenção .DWG)
  • Arquivos de montagens (extenção .DWG)
  • Desenhos

Enquanto no AutoCad não existe um banco de dados de informações mas somente linhas, círculos e textos dispostos na tela. São entidades gráficas. As informações do AutoCad são muito simples de serem manipuladas se compararmos com os outros softwares de projeto no mercado. Pra quem não sabe eu trabalhei como suporte técnico na SKA na época em que a empresa revendia soluções AutoDesk. Isso sempre foi fácil de se resolver.

Lembro de um grande cliente nosso que possuía muitas cópias de AutoCad R. 14. Quando ele recebia um arquivo projetado em AutoCad 2004 ou superior, parecia que a casa iria cair. Quem possuía AutoCad 2004, se eu não me engano não tinha como salvar como AutoCad R. 14 apenas em R. 12. Este gerava uns arquivos muito desconfigurados. Isso já é uma prova que a troca de informações entre versões provocava perda de dados e problemas. Para conversão de dados com mais consistência a AutoDesk desenvolveu o Batch Drawing Converter que foi renomeado para DWG True Converter

http://usa.autodesk.com/adsk/servlet/ps/item?siteID=123112&id=8768413&linkID=9240817

Quem testar isso, pode ver que existirão perda de dados dependendo de como estaremos regredindo as versões.

Mas voltando ao SolidWorks, vamos analisar apenas alguns comandos em especial das novas versões e pensar como o SolidWorks se comportaria gerenciando eles.

O Primeiro item é a utilização de componentes virtuais. Onde as montagens estão com as peças armazenadas internamente no arquivo SLDASM. Essa funcionalidade foi introsuzida no SolidWorks 2008 e aprimorada nas versões 2009 e 2010. Como o SolidWorks 2007 conseguirá interpretar isso?

image

No SolidWorks 2010 o comando espelhamento passou a ficar disponível para componentes em montagens e mantendo todos os posicionamentos como sempre foi desejado por qualquer usuário de SolidWorks.

Antes o comportamente assimilado pelo software não era o que os usuários desejavam. Como o SolidWorks poderá conviver com o gerenciamento deste tipo de recurso?

Existe uma coisa muito curiosa que vejo, todo ano parece existir uma sede por novidade de chapas metálicas pelos usuários. Todo mundo gosta de ver coisas novas apresentadas pela SolidWorks neste tipo de recursos. Raras são as excessões de usuários que não procuram por isso.

Vamos falar de SolidWorks 2009. Esta versão quebrou alguns paradigmas simples de chapa metálica. Chanfros poderão ser inseridos nas arestas para inserção e detalhamento de Solda. Mas isso realmente não é suportado em versões anteriores do SolidWorks. Quando eu vi essa novidade simples, parecia que algo revolucionário estava surgindo.

No SolidWorks 2010, tudo pode ser aplicado em chapas metálicas como recursos de superfícies, múltiplos corpos e conversão de sólidos em chapas.Tudo misturado. Com o SolidWorks superando muitos limites do que era convencional em um projeto de chapas, passamos a ter um método totalmente diferente de projetos.

Esses recursos que vieram surgiram para cobrir lacunas de performance ou dificuldade processual de recursos antigos no SolidWorks. Cada versão possuirá coisas pequenas mas inovadoras que não possuem meios de serem processadas em versões anteriores do SolidWorks. Lembro que é pelo mesmo motivo que concorrentes do SolidWorks como Catia, PRO-E, Solid Edge e Inventor também não podem abrir arquivos criados em uma versão mais nova do que a instalada no computador do usuário.

Ouvi do Jon Hirstick que a SolidWorks procura meios de ver uma compatibilidade em versões anteriores mas, na minha opinião, é uma perda de tempo enorme. Os desenvolvedores de software deverão propor políticas para que os clientes realmente vejam a necessidade de manter o sistema atualizado. Creio que quando os softwares passarem a estar disponíveis na nuvem muita coisa acabará mudando?

Senhores,

O que escrevi faz sentido para todos?

Isso é uma questão que sempre muitas pessoas me perguntam. AutoCad não é parâmetro para compatibilidade reversa… Lembro que o Word possui compatibilidade reversa mas ele também não é parâmetro.

Vou colocar alguns links… até de postagens antigas aqui no Blog sobre manipulação de arquivos antigos da extenção DWG.

http://www.kastner.com.br/2009/04/dwg-series-dwg-novo-sem-autocad-novo.html

Um link com a entrevista com o Jon Hirstick

http://www.kastner.com.br/2010/02/entrevista-com-john-hirstick.html

SolidWorks na nuvem

http://www.kastner.com.br/2010/02/novidades-sobre-o-solidworks.html

Amanhã devo escrever mais sobre o assunto. Quem viver verá

Sds,
Kastner

[...]

Assistente de perfuração – Parte 3 – Faces cilíndricas

Postado por Guilherme Kastner Dia 23 de março de 2010

imageCaros,

Agora desejo fazer um post sobre o assistente de perfuração aplicado em faces cilíndricas. Muitas pessoas acham que isso é muito difícil ou não é possível. Nada disso é realidade e poderemos contornar isso facilmente com recursos de esboço 3d no SolidWorks.

Acompanhem o post abaixo

A primeira coisa é possuir uma peça com face cilíndrica para posicionamento da furação. Neste caso utilizarei um cilindro padrão, simples e sem maiores complicações.

image

imagePra facilitar, selecione a face cilíndrica onde será posicionado o assistente de perfuração e inicialize o recurso. Com ele, todos os parâmetros de seleção de tamanho de furo se mantem igual ao assistente de perfuração aplicado em peças de faces planas.

Depois o posicionamento dele que é mais complexo devido a existência de 3 eixos de posicionamento e não mais apenas 2.

A primeira coisa a ser feita é dimensionar a altura em relação a uma face plana, como a superior. Faces esféricas ou arestas não são muito bom assimiladas.

image

Posteriormente, pode-se sem o comando de dimensão, deve-se selecionar um plano de referência da árvore mais o ponto de posicionamento do furo.

image

Com isso, pode-se informar a relação no plano.

Existem outros métodos para posicionamento em faces cilíndricas mas merece mais uma pouco de atenção do usuário para que isso ocorra de forma eficiente.

Sds,
Kastner

[...]

SolidWorks World – Arquivos de apresentação

Postado por Guilherme Kastner Dia 22 de março de 2010

Senhores,

Volto a escrever hoje depois de uma semana em uma cidade onde tenho muitos amigos e conhecidos… Atividades como futebol, conversas após o trabalho. Amigos que casaram, outros que estão por casar… Tudo ocorre naquela cidade.

Pra voltar a ativa, vou publicar aqui no Blog a página onde as pessoas poderão fazer o download das apresentações, vídeos e modelos utilizados durante o SolidWorks World. Vale a pena conferir.

Em primeiro lugar, todos deverão possuir uma conta válida no SolidWorks Customer Center. Além disso, o contrato de subscription do SolidWorks deverá estar em dia.

http://customerportal.solidworks.com

Ok… Nos próximos dias escreverei como criar essa conta para ter acesso a muitas coisas que eu descrevo aqui no blog.

Mas com essa conta válida, basta acessar o link abaixo

http://www.solidworks.com/swworld/index.htm

Na página abaixo, selecionar a opção de visualização de apresentações

image

Com isso, seremos direcionados para a página abaixo

http://www.solidworks.com/swworld/proceedings/proceedings_presentations.htm

image

imagePara que tudo funcione normalmente, recomendo o log in no sistema. O usuário, novamente é o mesmo utilizado no Customer portal. Sem isso, não tem negócio. he he he he he

Com isso, é ser feliz e procurar as apresentações. Recomendo que procurem por tema, por exemplo:

  • Cad administration
  • Surfaces
  • Sheet Metal
  • Assemblies
  • Drawings

Vale a pena..

image

Algumas apresentações possuem vídeos, eles são muito legais de serem vistos e apreciados também, Uma vez selecionando a apresentação selecionada, a mesma aparecerá na mesma página mas em um painel mais abaixo. Com isso, basta clicar na opção de download dos arquivos.

image

É isso por hoje…

Sds,
Kastner

[...]

Furação do Porta Molde – Continuação

Postado por Guilherme Kastner Dia 10 de março de 2010

imageSenhores,

Para a furação do porta molde existem muitos processos e muitos tipos de comandos que poderão ser aplicados. O que mais preocupa todos os usuários é que as placas sempre estejam completamente alinhadas para que não seja necessário um ajuste após o ciclo de furação no CNC.

O Post de hoje é continuação de dois artigos aqui já publicados

http://www.kastner.com.br/2010/03/porta-molde-com-o-solidworks-inicio.html

http://www.kastner.com.br/2010/03/porta-molde-equacoes-aprimoramento.html

Furos das colunas e buchas

Como apenas duas placas são afetadas por esta furação, as peças são abertas e furadas manualmente com o comando assistente de perfuração. Com isso cada arquivo tem os seus furos com os seus esboços gerados manualmente. A preocupação principal é selecionar a face correta para ser perfurada pelo comando para que o rebaixo do furo esteja corretamente posicionado.

Furos de fixação da parte fixa

Para fixar a parte fixa o comando série de furos é executado normalmente selecionando a face superior da placa superior. Com este recurso a furação já é propagada automaticamente para as peças. Foi utilizado um posicionamento manual que futuramente poderá ser controlado por uma equação criada pela montagem do porta molde.

Furos de ficação da parte movel

A furação da parte movel é um pouco complexa pelo espaçador que é utilizado e é muito menor que as outras placas. Passei muito trabalho mesmo para conseguir aplicar o série de furos. Eu tive de posicionar a furação no esboço de layout e aproveitar que na montagem da parte movel o mesmo já estará derivado.

Na montagem da parte movel mesmo, dá-se início a edição do espaçador e a criação da furação criada baseada no layout. Com isso, na montagem da parte movel, dá-se início ao série de furos selecionando os furos do espaçador como referência e indicando que eles são da parte intermediária do modelo. Como serão feitos apenas 2 dos 4 furos, o restante deverá ser espelhado.

Furos de Guia

É utilizado um assistente de perfuração no nivel da montagem principal com a opção de propagação as peças para que os furos sejam executados. Neste caso já existem os dois espaçadores posicionados mas apenas um deles será selecionado na opção de escopo nas peças.

Conclusão

Amanhã eu continuo a série, se possível

Segue aqui o arquivo com o que foi feito hoje

Sds,
Kastner

[...]

DriveWorks Solo – Testes e modificações – Parte 6

Postado por Guilherme Kastner Dia 9 de março de 2010

image Senhores,

Voltei a escrever para a série sobre o DriveWorks Solo… Parece o filme história sem fim. Nunca acaba… Mas é assim que a vida é. Tudo tem que ter um início meio e fim. Vamos continuar com a série.

Agora o procedimento é averiguar se as regras construídas para o DriveWorks Solo estão funcionando. Tudo tem estar nos conformes.

No vídeo abaixo o modelo é apenas executado após a abertura do projeto.

No vídeo abaixo os parâmetros são capturados para que os usuários possam trabalhar no cálculo dos furos e espaçamento entre eles na parte inferior da peça. Pois a peça terá a largura e a profundidade modificadas e com isso o posicionamento dos furos deverá ser atualizado.

Sds,
Kastner

[...]

Porta Molde – Equações – Aprimoramento

Postado por Guilherme Kastner

image Senhores

Segue a minha sina em fazer o porta molde aqui no Blog. Vou passar hoje os métodos de parametrização e controle das entidades por equações. Esse método chega a ser uma alternativa para quem não deseja utilizar o DriveWorksXpress. Vale a pena conferir.

Em primeiro lugar, vale a pena conferie o post de ontem sobre o assunto.

http://www.kastner.com.br/2010/03/porta-molde-com-o-solidworks-inicio.html

Parte 4 – Definição de larguras e comprimento

Esse vídeo descreve a criação de parâmetros para largura de placas e comprimento das entidades. Tudo é bem manual e é apenas criar parâmetros e digitar eles manualmente. O SolidWorks poderia ter alguns recursos similares ao Dotnet para que as variaveis aparecessem com uma prévia.

Parte 5 – Alturas das placas

A Altura das placas é inserida manualmente com parâmetros. Não sei por qual razão mas não consigo utilização o botão “Editar todos” para a inserção dos parâmetros. Para o caso das alturas eu insiro um a um manualmente. Com o botão “Editar todos” ocorre um erro não especificado.

Parte 6 – Interligação dos parâmetros com as equações

Com todos os parâmetros criados, basta selecionar as cotas que serão controladas e interligar as mesmas com as variáveis de equação. O Processo é extremamente simples e rápido de ser executado. Basta selecionar a dimensão, editar a mesma e selecionar a opção adicionar equação. Lembro que para isso ser feito com sucesso a opção Instant 3D deverá estar desmarcada.

Download modelo

Para que tudo seja executado com sucesso conforme todos os vídeos é obrigatória a utilização do SolidWorks 2010. Não vou comentar se alguem me perguntar da aplicação em SolidWorks 2009 pois não uso ele a quase 6 meses… O tempo passa e a versão 2009 virou passado para este blogueiro.

Segue o arquivo aqui abaixo com todas as equações já executadas.

Quem desejar o modelo sem equações, procure o post anterior.

Conclusões

Devo continuar a série de posts essa semana descrevendo

  • Criação de furação
  • Estados de Exibição
  • Utilização do Configuration Publisher
  • Detalhamento das entidades

Sds,
Kastner

[...]

Porta Molde com o SolidWorks – Início

Postado por Guilherme Kastner Dia 8 de março de 2010

image Senhores,

Pra quem tem curiosidade, o SolidWorks vem mudando constantemente nos últimos anos mas nem todo mundo aprimorou a técnica de desenvolvimentos de formas simples como as placas do porta molde. Vou demonstrar nessa série de vídeos uma série de possibilidades para a ferramenta no desenvolvimento da montagem.

Basicamente eu dividi tudo em 3 partes mas optei por publicar tudo em um único post.

Parte 1 – Definição das placas

Na primeira parte uma montagem é gerada e um esboço com o posicionamento das placas é inserido para dar continuidade no projeto.

A montagem com o esboço está disponível para download no Sky Drive.

Parte 2 – Criação da parte fixa

Para que a montagem do porta molde possa ser movimentada, foram criadas duas submontagens. Nestas submontagens existirá o layout das placas que foi derivado da montagem principal, e as peças que são criadas como componentes virtuais.

Segue aqui o arquivo no final do procedimento descrito na parte 2

Parte 3 – Criação da parte movel

Ainda sem as placas extratoras, é criado o layout da parte movel da montagem.

Segue aqui o arquivo no final do procedimento descrito na parte 3

Conclusões

Senhores, farei mais vídeos automatizando o processo com equações e parametrização dos parâmetros das placas.

Este processo eu desenvolvi em conjunto com a turma de moldes e matrizes que eu tinha neste último final de semana e estarei aprimorando ele nos próximos dias.

Sds,
Kastner

[...]

DriveWorks Solo – Parte 5 – Imagens na interface

Postado por Guilherme Kastner Dia 3 de março de 2010

imageSenhores,

Agora dois vídeos para o Post de hoje sobre o DriveWorks solo. Para faciliar a vida dos usuários que utilizam essa versão do DriveWorks, pode-se colocar imagens no gerador na interface onde os usuários são responsáveis pela entrada de dados.

São dois vídeos, o primeiro aqui abaixo, com o SolidWorks criando desenhos o usuário apenas salva imagens. Arquivos simples com extenção *.jpg e que são criados em conjunto com o aplicativo Snipping tool.

No segundo vídeo é criada a lógica para os arquivos de imagem. Com isso foram executados os seguintes procedimentos

  • Ajuste das imagens em um editor para que todas elas fiquem com o mesmo tamanho (não demonstrado em vídeo)
  • Criação de variáveis para o armazenamento das imagens
  • Inserção de uma imagem
  • Criação de uma variável que controle qual imagem será exibida
  • Definição no caminho da imagem qual arquivo será exibido

Com o DriveWorks Solo, pode-se aplicar muitas imagens conforme necessário. Basta ter imaginação para criá-las e esperar a mágica acontecer. Mas por que gerenciá-las por variáveis? Para facilitar futura mudança do local de armazenamento das mesmas.

Lembro que eu passei muito trabalho no vídeo por não ter certeza de uma série de parâmetros

  • Nome que dei as imagens
  • Local de armazenamento das mesmas
  • Necessidade de / no início da primeira variável com o nome da pasta

Sds,
Kastner

[...]

DriveWorks Solo – Parte 4 – Gerenciamento de Arquivos

Postado por Guilherme Kastner Dia 2 de março de 2010

imageSenhores,

Pra quem tem dificuldades de gerenciar arquivos com o DriveWorksXpress, o DriveWorks solo tem a solução para muitos problemas. Para quem estiver afim de conhecer as vantagens vale a pena acompanhar todo o vídeo.

O seguinte procedimento é tratado no vídeo:

  • Criação de uma interface para preenchimento de dados
  • Definição dos dados a serem preenchidos pelo usuário
  • Interligação dos dados com variáveis
  • Aplicação das variáveis com regras para nomes de arquivos e pastas de projeto

Exatamente isso, o DriveWorks solo pode separar em pastas os arquivos que o mesmo cria!!!

Vejam o vídeo e cheguem a conclusão de como ser feliz com o aplicativo.

Amanhã a série continua

Sds,
Kastner

[...]

DriveWorks Solo – Parte 3 – Variáveis

Postado por Guilherme Kastner Dia 1 de março de 2010

imageSenhores,

Segue a série sobre o DriveWorks solo e as funcionalidades dele. Já fiz dois Posts semana passada. Agora é a continuidade que seguirá por toda essa semana. Esse vídeo é muito bom e mostra um forte diferencial do DriveWorks solo sobre o DriveWorksXpress. O gerenciamento de variáveis.

Neste vídeo é executado o seguinte procedimento

  • Criação de variáveis
  • Ligação dos valores dos controles com as variáveis
  • Preencher as regras dos parâmetros capturados com as variáveis

Trabalhar com variáveis nos fornece a facilidade de alterar múltiplas regras de uma única vez. Também considero que o gerenciamento de variáveis nos faz prever os resultados das regras antes de gerar os modelos.

Amanhã segue a série

Sds,
Kastner

[...]

© Copyright SolidWorks e as Dicas do Kastner | Design por Paulo Estevão