/ SolidWorks e as Dicas do Kastner: Assistente de perfuração – Parte 1 – Conceitos

Assistente de perfuração – Parte 1 – Conceitos

Postado por Guilherme Kastner Dia 11 de janeiro de 2010

 imageSenhores,

O assistente de perfuração é um ótimo recurso para uma boa aplicação do SolidWorks. Ele é bem completo mas poucas pessoas realmente sabe o motivo pelo qual deveremos aplicar o recurso, você sabe?

Vejamos abaixo onde o mesmo poderá impactar

  • Ambiente de montagens
  • Inserção automática de componentes do Toolbox
  • Busca por informações no arquivo de desenho
  • Informações precisas para fabricação dos componentes

Se bem aplicado, o assistente de perfuração poderá salvar a vida de muita gente mas basta ter paciência para que possamos conhecer todas as funcionalidades do mesmo. Acho que farei uma série de postagens sobre o assunto para que todos possamos refletir facilmente sobre o assunto que pode gerar muita controvérsia.

A primeira coisa, é ter uma peça pronta para ser perfurada. Eu adoro um exemplo de uma peça com 100 x 100 x 10 mm.

Com isso, basta fazer um planejamento do que será perfurado e dar início a criação do assistente de perfuração com o Solidworks.

Lembro que se o assistente de perfuração não funcionar, vale a pena conferir os itens abaixo para averiguar se não existe um problema de instalação

  • Localização do banco de dados apontada incorretamente nas opções do programa
  • Banco de dados do Toolbox com versão diferente do SolidWorks.

Não vou responder questões de suporte técnico via comentários, ok?

 image

Com um sólido disponível basta iniciar o assistente de perfuração. O mesmo encontra-se em vários locais do SolidWorks. Extremamente fácil de localizar.

Lembro que desde o SolidWorks 2010 não é mais obrigatória a seleção prévia de uma face do sólido que será perfurado antes de iniciar o recurso do assistente de perfuração

No property manager do recurso, poderemos encontrar dois momentos distintos de trabalho com a ferramenta que poderemos averiguar facilmente como eles são gerenciados

  • Tamanho do furo
  • Localização do mesmo

image

Nesse primeiro post, explicarei os impactos apenas da seleção dos tipos de furos, ok?

image

Na definição de tipos de furos, deveremos partir do princípio de saber a forma do furo

  • Com rebaixo
  • Escareado
  • Simples
  • Com rosca
  • Rosca cônica
  • Customizado

Com a definição do tipo de furo, parte-se para a escolha da norma na qual o tamanho do mesmo será baseado. Por default, não digitamos o tamanho do furo mas contamos com uma espécie de catálogo para a busca de valores cadastrados na lista.

imageO solidworks conta com as principais normas do mercado

  • Ansi
  • Iso
  • Din

image Após escolhida a norma, temos que saber baseado em que será dimensionado o furo, pode ser em:

  • Parafusos
  • Tamanhos de parafusos (fracionados ou não)
  • Tamanhos de brocas

Com o tipo de parafuso definido nos resta a definição de tamanho do mesmo em uma lista baseada nas seleções anteriores.

image

Com isso, todo o resto que vem é algo simples de ser selecionado como:

  • Ajuste do furo (apertado, com folga, normal)
  • Se há um chanfro
  • Condição final do furo
    • Passante
    • Até o próximo
    • Distância
    • Afastamento

image

imageSão coisas simples mas existe todo um cuidado com o assistente de perfuração com o qual deveremos tomar… Evitem utilizar a opção de personalizar dimensões.

Existe um outro método que poderemos utilizar para dimensões personalizadas que eu vou abordar nos próximos dias.

Sds,
Kastner

Outros Comentários:

  1. otimo tutorial!!! parabéns...

© Copyright SolidWorks e as Dicas do Kastner | Design por Paulo Estevão