/ SolidWorks e as Dicas do Kastner: Setembro 2009

Twitter – O que é? Por que eu uso ele?

Postado por Guilherme Kastner Dia 30 de setembro de 2009

image Senhores,

Quero escrever sobre um assunto muito diferente para a maioria dos leitores daqui do Blog e usuários da internet em geral, o Twitter.

O tempo passa e muitas pessoas ainda me perguntam a mesma coisa:

O que é um Twitter?

Pra que ele serve?

Vou escrever um post sobre o assunto pois essa ferramenta pode ser utilizada para entrar em contato comigo ou outros usuários de SolidWorks. Confiram o restante do texto nas próximas linhas.

A tempos eu já uso ele aqui no Blog e como ferramenta de comunicação pessoal. Vou fornecer a vocês algumas definições sobre ele:

  • O Twitter é um Microblog onde publicamos textos de até 140 caracteres;
  • Ele é um rede social
  • Com ele escolhemos as pessoas das quais estamos interessados em ler o que elas escrevem (opção Following)
  • Quem gosta do que escrevemos são os nossos seguidores (Followers)
  • Caso uma pessoa que sigo escrever algo que eu gosto posso responder um texto a ela.
    • Todos os meus seguidores visualizarão a minha resposta a pessoa que eu sigo
    • O meu seguidor apenas saberá o que a pessoa a quem respondi escreveu se for seguidor dela.

Confesso a todos que é muito simples de se usar o Twitter… No início ele até parece meio babaca ou sem utilidade prática. O que eu cheguei a pensar. Como tornar o seu twitter algo realmente interessante?

  • Achar pessoas com um assunto interessante a ser seguido
    • Artistas
    • Jornalistas
    • Usuários de SolidWorks
    • Colegas de trabalho
    • Lojas on-line
  • Escrever assuntos de relevância no Twitter

Com o surgimento do Twitter e a popularização do mesmo no Brasil com a eleição do Barack Obama nos Estados Unidos, resolvi criar a minha conta para tentar entender o funcionamento dele. Fuçar mesmo… Futricar. Lembro que comentei com minha irmã sobre a ferramenta quando ela proferiu a seguinte frase:

Guilherme, Que coisa fútil!

Eu jamais vou ter uma coisa dessas!

Ela acabou criando a conta dela no Twitter poucos dias depois da minha e não fica nem um dia sequer sem Twitar (verbo para quem gosta de escrever no Twitter).

Assim, eu comecei a usar o Twitter para seguir alguns usuários da comunidade de SolidWorks em específico.

  • SolidWorks – Perfil que é gerenciado por Matt West
  • Josh Mings – O mais diferentes de todos os blogueiros de SolidWorks
  • Matt Lombard – O meu mentor intelectual em SolidWorks

Com o tempo acabou me servindo para aumentar o contato e até interagir com pessoas que considero possuírem conteúdo para mim.

  • Zini Pires – Jornalista gaúcho que trabalha no Jornal Zero Hora. Na minha opinião um dos melhores colunistas esportivos do Brasil.
  • Paulo Estevão – O criador do layout deste blog.

O Interessante é que o Twitter por ser uma comunicação de mensagens curtas nos auxiliar a trocar mensagens rápidas com pessoas que possuem conteúdo de relevância para nós. Até o pessoal da SolidWorks costuma me responder com uma frequência interessante.

Lembro que o pessoal da DriveWorks também possui as suas contas de Twitter. Estes dias eu fiz um vídeo de migração de arquivos do DriveWorksXpress para DriveWorks Solo e eles soltaram links para o mundo inteiro publicando o material deste blogueiro que vos escreve. O Twitter me faz pensar uma coisa, todos são gente como a gente… E ele acaba nos aproximando e muito para a troca rápida de informações.

Para quem está afim de curar a sua conta de Twitter, coloco aqui abaixo o link para o site do serviço

Clique aqui para abrir o site do Twitter

Lembro que eu uso o Twitter para comunicar muitas coisas e não somente SolidWorks. Seguidores são bem vindos. Costumo comentar e muito sobre os treinamentos que estou ministrando desde que os clientes me autorizem a fazer isso. Já teve situação em que publiquei alguns assuntos sobre:

  • Utilização de técnicas novas do SolidWorks 2009 para a criação de porta moldes
  • Implementação de DriveWorksXpress em um tipo de indústria

Mas eu também tenho vida pessoal.. he he he. Por incrível que pareça. he he he

Daí eu costumo narrar algumas irritações minhas como atrasos de viagens, cidades por onde estou passando, se estarei disponível por celular ou não, irritação com meu provedor de internet… Via Twitter a minha vida está aberta até o ponto onde eu me permito escrever mas existem outras redes sociais na qual espero que o pessoal separe a vida do Kastner com a pessoa do Guilherme. O Orkut eu utilizo ele principalmente para o contato com meus amigos próximos, colegas de trabalho ou pessoas que se tornaram próximas por conta do trabalho. Com o tempo, alguns dos membros daqui do Blog se tornaram meus amigos nestas outras redes sociais mas eu não poderei aceitar convites sem conhecer as pessoas.

Ainda sobre o Twitter, segue aqui abaixo o link do meu Twitter:

www.twitter.com/gkastner

Aqui poderemos dar muitas risadas sobre o SolidWorks e o que ocorre do dia a dia de cada um de nós. Esse é um método simples de nos comunicarmos.

Para quem desejar aprender mais sobre o Twitter, coloco aqui de um Blog que fala muito sobre a ferramenta

dicasblogger.blogspot.com

O Blog é da doutora Juliana Sardinha, se eu não me engano ela é uma médica que trabalha em Goiânia e blogueira em horas vagas. Ela escreve muito bem e o conteúdo dela acaba sendo muito fácil de ser assimilado. Ahhh… Quem um dia estiver afim de iniciar um blog com a plataforma Blogger como o meu também poderá aprender muitas coisas com essa fantástica ferramenta.

Bem… Minha ideia já foi concretizada, acredito… Agora dos já conhecem um pouco do meu pensamento sobre o Twitter… Criem os seus usuários, sintam-se a vontade para Twittar.

Sds,
Kastner

[...]

Comentários são bem Vindos…

Postado por Guilherme Kastner Dia 29 de setembro de 2009

image Senhores,

Comentários são bem vindos no Blog… Muito bem vindos por sinal e estou fazendo um esforço para que isso ocorra de forma ordeira e para que possamos identificar a todos. Uma série de medidas tem sido tomadas ao longo do tempo para que possamos nos conhecer. Vamos aos meus objetivos com os comentários:

  1. Conhecer quem lê o blog
  2. Ver o que pensam sobre o que escrevo
  3. Tornar os leitores conhecidos por outros leitores
  4. Fazer que todos possam trocar opiniões de forma tranquila

Demorou até que o primeiro comentário surgisse aqui no blog mas hoje as coisas ocorrem ao natural. E esse post visa apenas amenizar algumas coisas que ocorreram nos últimos dias. Quem observar as páginas com comentários poderá conferir que agora poderemos inserir nossas fotos junto aos comentários. O Paulo Estevão me ajudou com essa pequena modificação e espero que isso estimule a todos se mostrarem. Observem que a minha imagem aparece na figura abaixo enquanto a do Robson Não…

 image

Quem estiver comentando possuirá meios de visualizar a imagem que será utilizada no meu Blog durante o momento em que o comentário será gerado.

image

Isso é apenas a ponta do iceberg mas tem mais coisas que andei providenciando… A muito tempo que publico aqui no Blog para todo mundo ver os comentários recentes em todas as páginas. Agora a ideia é publicar e crescer em mais coisas. Observar que o Widget que quantifica os comentaristas está disponível desde este último final de semana.

image 

E fico cada dia mais feliz que a quantidade de membros aqui existente não para de aumentar. Isso me traz uma alegria enorme.

Um abraço a todos.

[...]

Design Checker – Correção de Projetos

Postado por Guilherme Kastner Dia 26 de setembro de 2009

Senhores,

O SolidWorks a alguns anos passou a evoluir não só nas ferramentas de projeto mas em outros setores também. Uma ferramenta simples de entender a sua funcionalidade e simples de ser aplicada é o Design Checker. Estou escrevendo sobre ele pois estou me sentindo culpado de nunca ter forçado a aplicação dele em algum cliente ou até por conhecer a ferramenta muito pouco.

Como estou indo pra casa e estou esperando o tempo passar, vou refletir um pouco com vocês algumas das funcionalidades da ferramenta.

O que é o Design Checker?

  • Uma ferramenta que faz parte do SolidWorks Professional
  • Um corretor de projetos
  • Uma segurança na inconsistência de informações

Vou explicando passo a passo as funcionalidades da ferramenta mas o objetivo do post de hoje não é deixar os usuários capacitados na utilização dela. Vou citar exemplos onde o Design Checker poderia ter salvo a vida e o emprego de algumas pessoas… Serão histórias genéricas e qualquer coisa é apenas mera coincidência.

Imagine uma peça mal projetada no SolidWorks e que a mesma tenha uma geometria relativamente complexa de se alterar. Ao mudarmos uma dimensão os filetes, inclinações ou outros recursos pararam de funcionar. O usuário de SolidWorks pensou que poderia mudar a dimensão do desenho pois isso era o importante na fabricação da peça…. Coitado, ninguém contou a ele que a empresa usava softwares de corte de chapa ou usinagem CNC que reconheciam o modelo sólido e não o desenho. De forma ingênua, o usuário resolver modificar manualmente a dimensão sem alterar o modelo tridimensional pensando que estava fazendo a coisa rápida e correta. O usuário do Solidworks não contou o ocorrido com a dimensão de desenho a ninguém e o produto foi liberado por toda a equipe de projetos e revisão pra fabricação… O que ocorreu?

Alguém consegue imaginar o final da história?

A peça foi aberta em um software de CAM, programada e fabricada… No final descobriram que o produto não estava corretamente dimensionado. O projetista aparentemente não tinha culpa mas descobriram a diferença entre o modelo sólido e o desenho… Ninguém conseguiu detectar o erro pois o arquivo de desenho estava correto.

Se a empresa deste pobre projetista estivesse usando o Design Checker, nenhum problema teria ocorrido no que diria respeito a integração de CAD e CAM. Com ele pode-se averiguar a consistência das dimensões do desenho em relação ao arquivo de modelo.

Coloquei abaixo uma imagem onde configura-se o Design Checker para que ele consiga averiguar a substituição de valores das dimensões.

image

Existe um segundo tipo de história padrão para a aplicabilidade do Design Checker. Imaginem que em minha empresa eu contava com um template de desenho mas este sofreu uma série de mudanças em alguns parâmetros por pressão de clientes ou outros setores da empresa. Por exemplo, vamos imaginar que mudou os seguintes parâmetros:

  • Fontes de textos de desenhos
  • Estilos de setas de dimensões
  • Tamanhos de textos na identificação de vistas

Antes do projetista se matar pensando na quantidade de desenhos a serem alterados, espero que ele leia esse post.

HA!!!

Estou com senso de humor!!! ha ha ha ha ha ha ha ha!!!!

Bem, o que pode é ser feito é criar uma verificação com o Design Checker e pedir para que ele faça a averiguação dos projetos afim de alterar as informações sozinho. Tudo poderá ser automatizado. e até anos de projetos poderão serem averiguados e alterados automaticamente pelo Design Checker. Ou usamos ele ou cria-se uma API… Mas pra que criar algo se ele está pronto para ser implementado? Vamos ser felizes!!!

image

Senhores, tenho que ir… Está quase na hora e como dizia uma amiga:

Vou me embora pra Pasárgada!!!

Vou me embora e abraços a todos!

Sds,
Kastner

[...]

Entrevista – Rafael Miranda – Usuário de SolidWorks

Postado por Guilherme Kastner Dia 24 de setembro de 2009

Rafael Miranda Senhores,
Estava a muito tempo sem um entrevistado aqui no Blog. Me lembrei de um cliente já faz um tempo mas como estou sempre na correria das viagens, preferi encontrar um momento em que nós dois estivéssemos com tempo para uma entrevista em tempo real. Usamos o Skype e tudo acabou ficando natural e engraçado.
Se der tempo, tem um trecho que terei de comentar pois afirma uma teoria que eu tenho a alguns anos sobre utilização demasiada do SolidWorks. Mas confiram, vale a pena… Vocês vão gostar do que segue aqui.

Guilherme Kastner: Rafael, quando começaste a usar o SolidWorks?

Rafael Miranda: Comecei a usar o SolidWorks a 2 anos.

Guilherme Kastner: Qual o seu trabalho hoje? No que utilizas  o SolidWorks?

Rafael Miranda: Trabalho 70% com chapas metálicas, mas estou começando a trabalhar com superfícies e modelagem de sólidos também.

Guilherme Kastner: Qual a empresa onde trabalhas? Qual o produto que vocês desenvolvem?

Rafael Miranda: Trabalho na Basemetal, empresa de Londrina Pr. Trabalho na engenharia de mobiliário bancário, a gente desenvolve produtos para alguns bancos.

Guilherme Kastner: Como o SolidWorks ajuda vocês? Como ele diferencia o trabalho de vocês em relação aos concorrentes?

Rafael Miranda: O SolidWorks nos ajuda muito nas questões das montagens, visto que nossos produtos são grandes e geralmente tem muitas peças com articulação, na questão de conferencia de atrito de peças, o acabamento do produto. O SolidWorks ajuda bastante na definição do produto antes de descer a produção, evitando erros depois do produto pronto. Um outro ponto muito importante também é a apresentação de nossos produtos para nossos clientes, a 1 ano e meio começamos a apresentar as imagens renderizadas a eles, e tivemos um ótimo resultado, pois nossos concorrentes não fazem isso, tomamos a frente nisso graças ao recurso que temos no SolidWorks.

Guilherme Kastner: Na apresentação, quais recursos vocês utilizam? PhotoWorks? PhotoView? Podes descrever a experiência de vocês com essas ferramentas?

Rafael Miranda: Então, eu comecei utilizando o PhotoWorks pois na versão 2008 não tínhamos o PhotoView. Comecei fuçando no Solid sozinho mesmo, pois não me conformava que um programa tão bom não tinha um recurso de renderização, acabei descobrindo que tinha. Apanhei muito até pegar a manha do PhotoWorks, dai não parei mais de renderizar, qualquer coisa que eu fazia eu renderizava, desse jeito fui aprendendo mais, gostei muito do recurso. Depois veio o PhotoView no 2009, foi muito bom, mais rápido bem mais fácil pra trabalhar, claro ficou faltando alguns detalhes, mas todos sabemos que as próximas versões já vão estar 100% melhores. Todo vez que termino o desenvolvimento de um produto aqui já vo para o PhotoView fazer o render dele. É um baita recurso e os produtos ficam muito reais.

Guilherme Kastner: hmmmm... Já tinhas utilizado outro software de renderização antes dos suplementos do SolidWorks? Quais?

Rafael Miranda: Já tinha sim. Antes de trabalhar com o SolidWorks eu usava o Inventor, mas não renderizava nada nele. Eu desenvolvia no Inventor e renderizava no 3D Studio Max. Comecei a trabalhar com o SolidWorks e continuei renderizando no 3D Studio Max, mas eu detestava fazer isso, o software é muito complicadinho pra trabalhar, apesar de dominar já a parte de render dele. A melhor coisa para nós projetistas é conseguir fazer tudo dentro de um só Software, e a renderização de produto no SolidWorks põem o Studio Max no chinelo.

Guilherme Kastner: he he he... Depois acertamos a grana por este depoimento...
he he he he
mas assim...

Rafael Miranda: UAHuHAuHAU

Guilherme Kastner: Sei que andaste participando de concursos de renderização com o SolidWorks, o Rendercontest.com. Poderias compartilhar como funciona o concurso? Como foi ganhar um mês dele?

Rafael Miranda: Sim. O site do Chris Thomas é bem fácil para se participar, o usuário de SolidWorks entra nele, baixa o modelo do mês, que é qualquer produto de qualquer espécie. Você leva o modelo para o SolidWorks, trabalha um pouquinho mais encima dele, aplica as texturas, faz o render dele e depois que tiver com o arquivo JPEG pronto vc faz um upload no site. A sua imagem fica lá para votação, se sua imagem for a mais votada dentro de todas vc ganha. Lembrando que usuários do mundo podem participar deste contest. Participei do Contest #41 (do óculos), fui meio desacreditado nele, pois era o primeiro que estava participando, peguei um sábado chuvoso que estava em casa sem nada pra fazer depois de uma briga com a namorada, levei a garrafa de Whisky para o quarto e comecei a trabalhar encima do contest. No final eu já estava bêbado e tinha feito 4 imagens diferentes, escolhi uma no domingo de ressaca, por sorte foi ela que venceu o contest. Agora vou participar de outros, só que pretendo não beber mais em serviços assim. hehe.

Guilherme Kastner: Ufa... Mesmo iria dizer... A namorada devia estar pra escanteio na época que fizeste a imagem..

Rafael Miranda: UAHuHAuHAUhUA
mas depois a gente se acertou, brigas normais no relacionamento

Guilherme Kastner: Bem... Na minha última visita a Basemetal começamos a organizar o grupo de usuários do norte do paraná. Como ele está andando? Como estão as reuniões?
Poderias falar um pouco sobre ele?
Rafael Miranda: Sim, primeiro quero agradecer pelo convite que você me fez para tomar a frente com o Grupo de Usuários SolidWorks Paraná. O grupo esta indo muito bem, tivemos 2 encontros já, um aqui mesmo em Londrina e outro em Maringá. No primeiro tivemos 4 palestras muito boas a respeito de técnicas, dicas e duvidas a respeito do SolidWorks. Você, eu o Nagay e o Marcelo Hendler foram os palestrantes. Tínhamos duvida se o primeiro encontro seria bom, que daria resultado, mas foi muito bom, após o encontro foi aberto o fórum e os usuários do Paraná estão usando e participando dele. O nosso segundo encontro em Maringá foi muito bom também, neste encontro não tivemos a participação de ninguém da SKA e nem da SolidWorks infelizmente, mas no meu ponto de vista este encontro foi até melhor que o primeiro, pois os usuários começaram a participar mais das palestras e após o encontro o fórum aumento bastante e acredito que se continuarmos deste jeito o grupo irá crescer bastante.

Guilherme Kastner: Que bom... Desejo muita sorte a vocês com o Grupo de usuários... Fiquei feliz que os usuários do norte do paraná estão se mobilizando em torno do grupo. Lembro que isso é um patrimônio de vocês. É uma maneira muito prática de se propagar o conhecimento entre os usuários das cidades. Me candidato a participar dos eventos sempre que possível.

Sobre as renderizações, queres compartilhar algumas de suas imagens com os leitores daqui do Blog?
Rafael Miranda: Sim Guilherme, poderia lhe passar algumas imagens que fiz no SolidWorks pra você.

Guilherme Kastner: Ahhhh
A da mesa de Bar é a melhor... Essa obrigatoriamente tem que ir ao ar!

Rafael Miranda: hehehehe, com certeza essa ficou uma coisa bem diferente
estou trabalhando em outras imagens deste gênero

Guilherme Kastner: Que tipo de imagem?

Rafael Miranda: Imagens fora do cotidiano de industrias, coisas diferentes, no momento estou modelando peças para fazer uma mesa com uma garrafa de Whisky um copo cheio com 2 pedras de gelo, uma carteira de cigarro e um Zipo.
Gosto de mexer com o SolidWorks, isso me faz sair um pouco da rotina do trabalho

Guilherme Kastner: Bom... Obrigado pelo tempo... A entrevista foi divertida... Confesso que gostei de fazer ela em tempo real pelo Skype. Gostaria de deixar algum recado aos leitores? Convidar o pessoal da sua região para o grupo de usuários?

Rafael Miranda: Opa, foi um prazer participar do seu Blog por meio desta entrevista Guilherme, o meu recado para os usuários de SolidWorks é que mecham nele cada vez mais, pois o programa é imenso, tem muita coisa boa nele que todos podem usar, e quanto mais se meche nele mais profissionais a gente se torna. Aos Paranaenses, convido a todos a participarem do nosso Grupo de Usuários SolidWorks Paraná, qnt mais usuários lá, maior é o nosso conhecimento encima do Software. O endereço do grupo é http://groups.google.com.br/group/grupo-de-usuarios-solidworks-parana.
Obrigado Guilherme pela entrevista,
abraço a todos
mesa de bar 1
Mesa de bar…
 santander3
Produto de cliente
rolamento
Testes com o PhotoView 360 2010
Oculos
Modelo com o qual o Rafael ganhou o concurso de Renderização

[...]

DriveWorks Solo – Soluções da DriveWorks

Postado por Guilherme Kastner Dia 23 de setembro de 2009

Para quem já conhece e usa o DriveWorksXpress, vou passar umas dicas explicando um pouco mais de DriveWorks Solo. Existem muitos meios de procura de informações sobre ele na internet.

Vamos aqui listar algumas fontes de pesquisa:

  • DriveWorksSolo.com – Site oficial do produto em inglês. Confira tudo mas tudo sobre o produto. Pode-se encontrar as seguintes informações neste site:
    • Download
    • Contato com o desenvolvedor
    • Material de treinamento
    • Comunidades de usuários
  • Twitter – O DriveWorks Solo possui um Twitter sobre o produto e discuções sobre o que ocorre na comunidade de usuários. Segue abaixo o link sobre a ferramenta.
    http://twitter.com/DriveWorksSolo
  • Site DriveWorks.Com – O site oficial da companhia desenvolvedora do produto
    http://www.driveworks.co.uk/

O vídeo de ontem já foi bastante divulgado na comunidade mundial de DriveWorks. Quem averiguar o Twitter do Philip Stears e do DriveWorksSolo poderá constatar isso.

image

O importante é o usuário entender que DriveWorks é uma ferramenta fácil de se aprender e tem os seguintes recursos:

  • Lógicas baseadas em Excel
  • Interface totalmente integrada com o SolidWorks
  • Possui recursos a automatização de muitas funcionalidades do Solidworks:
    • Soldagens
    • Chapas metálicas
    • Configurações
    • Propriedades Personalizadas
    • Recursos
    • Arquivos de desenho

Vale a pena buscar a fonte de aprendizado para a ferramenta. Lembro que é mais fácil de se aprender primeiramente a ferramenta DriveWorksXpress. Esta é tão simples de se aprender que depende mais do conhecimento do usuário em SolidWorks do que o conhecimento de programação.

Para quem não conhece nada de DriveWorks, vou colocar um link para um post que já fiz aqui no Blog onde eu coloquei um tutorial passo a passo.

http://www.kastner.com.br/2009/06/apresentacao-dwxpress-grupo-de-usuarios.html

O vídeo está off devido ao msn vídeos e o Youtube não aceita vídeo com mais de 10 min mas acredito que o PDF pode ajudar o usuário.

Sds,
Kastner

[...]

DriveWorks Solo – Integração com DWXpress

Postado por Guilherme Kastner Dia 22 de setembro de 2009

image Senhores,

Estou postando um vídeo sobre o novo produto da DriveWorks, o DriveWorks Solo.

Vale a pena conferir, pois temos muitas vantagens neste módulo…

  • Customização da interface
  • Integração com tabelas
  • Criação de Variáveis
  • Listas de materiais e orçamentos em Word e Excel

No vídeo o meu objetivo é mostrar que apenas poderemos importar algo do DriveWorksXpress e ainda customizar o mesmo para ser adaptado com as funcionalidades do DriveWorks Solo.

Ainda estou estudando a ferramenta mas me sinto feliz em compartilhar essas informações em primeira mão com os leitores daqui do Blog.

Me coloco a disposição para eventuais esclarecimentos.

Sds,
Kastner

[...]

Lançamento SolidWorks 2010 – Eventos da SKA

Postado por Guilherme Kastner Dia 19 de setembro de 2009

cabecalho_blog2

É com muito orgulho que poderei publicar aqui no Blog as datas dos eventos de lançamento do SolidWorks 2010 em várias cidades de Brasil. Confiram logo aqui abaixo as novidades da versão e tudo o que ela disponibiliza aos usuários e as exclusividades da SKA.

Destaques do SolidWorks 2010:
- Modelamento, detalhamento e montagem
- Simulação e análise
- Automatização de projetos
- Fotorrealismo
- Documentação técnica 3D
- Integração com manufatura

Lançamentos exclusivos da SKA:
- Cursos à Distância
- Portal do Cliente

Senhores,

As cidades destacadas em vermelho representam os locais onde eu farei a apresentação técnica. Os locais em azul terão a apresentação executada pelo meu colega e amigo Carlos Eduardo Ambrosi.

Clicar no nome da cidade para efetuar a inscrição no evento

Rio Grande do Sul

Porto Alegre
Data: 06 de outubro      Horário: 15h às 18h
Local: Hotel Blue Tree Millenium – Avenida Borges de Medeiros, 3120 – Praia de Belas

Caxias do Sul
Data: 07 de outubro     Horário: 15h às 17h
Local: SENAI – Rua Prof. Luiz Facchin, 620 – São José

Bento Gonçalves
Data: 08 de outubro     Horário: 15h às 17h
Local: SENAI CETEMO – Av. Pres. Costa e Silva, 571 – Bairro Planalto

Lajeado
Data: 14 de outubro     Horário: 19h às 21h45min
Local: SENAI – Avenida Senador Alberto Pasqualini, 1874 – São Cristóvão

Passo Fundo
Data: 19 de outubro     Horário: 19h às 21h45min
Local: UPF – Avenida BR 285, s/n, Q. J-1 Campus I – São José

Carazinho
Data: 20 de outubro     Horário: 19h às 21h45min
Local: UPF – Rua Diamantino Trombini, 300 – Oriental

Panambi
Data: 21 de outubro     Horário: 19h às 21h45min
Local: CEP (Colégio Evangélico de Panambi) – Rua Alfredo Brenner, 320 – Parque Industrial

Santa Rosa
Data: 22 de outubro     Horário: 19h às 21h45min
Local: SENAI – Rua das Hortências, 315 – Ouro Verde

Erechim
Data: 26 de outubro     Horário: 19h às 21h45min
Local: SENAI – Rua Pedro Alvares Cabral, 827 – Centro

Santa Catarina

Joinville
Data: 05 de outubro    Horário: 15h às 18h
Local: Alven Palace Hotel – Rua Jacob Richlin, 208 – Centro

Caçador
Data: 13 de outubro    Horário: 15h às 17h
Local: SENAI – Rua Henriqueta Tedesco, 192 – Bairro Berger

Luzerna
Data: 14 de outubro    Horário: 15h às 17h
Local: SENAI – Rua Frei João, 400 – Centro

Blumenau
Data: 15 de outubro     Horário: 15h às 17h
Local: SENAI – Rua São Paulo, 1147 – Bairro Victor Konder

Florianópolis
Data: 16 de outubro     Horário: 15h às 17h
Local: UFSC – Campus Universitário – Bairro Trindade

Chapecó
Data: 27 de outubro     Horário: 19h às 21h45min
Local: SENAI – Rua Frei Bruno, 201 – Jardim América

Xanxerê
Data: 28 de outubro     Horário: 19h às 21h45min
Local: SENAI – Rua Francisco Brites de Miranda, 399 – Veneza

São Miguel d’Oeste
Data: 29 de outubro     Horário: 19h às 21h45min
Local: SENAI – Rua Barão do Rio Branco, 220 – Centro

Paraná

Curitiba
Data: 06 de outubro     Horário: 15h às 18h
Local: Hotel Deville Rayon – Rua Visconde de Nacar, 1424 – Centro

Cascavel
Data: 07 de outubro     Horário: 15h às 17h
Local: Hotel Deville – BR 277, Km 588

Maringá
Data: 08 de outubro     Horário: 15h às 17h
Local: SENAI – Rua Vereador Nelson Abraão, 80 – Zona 5

Londrina
Data: 09 de outubro     Horário: 15h às 17h
Local: Hotel Thomasi – Av. Tiradentes, 1155

[...]

Mais sobre a aposentadoria do PhotoWorks

Postado por Guilherme Kastner Dia 17 de setembro de 2009

Senhores

Vou transcrever abaixo mais alguns comunicados sobre a aposentadoria do PhotoWorks.

A Aposentadoria do PhotoWorks está prevista para o SolidWorks 2011, PhotoView 360 será a solução padrão para renderizações fotorrealísticas nas versões que estão seguindo. O PhotoWorks não mais estará disponível.

Na minha opinião era algo totalmente previsível… Vamos continuar lendo pra entender o que mais está a caminho.

Com o lançamento do SolidWorks 2011, SolidWorks e PhotoView 360 fornecerão aos usuários todas as funcionalidades existentes no PhotoWorks, incluindo mas não limitado em:

  • Criação e reaproveitamento de aparências
  • Cenas
  • Decals
  • Capacidade de renderizar diretamente múltiplas configurações, estados de exibição e atualizações do modelo.
  • Criação de uma animação renderizada pelo Motion Manager
  • Inserção de luzes personalizadas

Senhores,

Pessoalmente isso não é nenhuma surpresa pra mim. Em minha opinião, atualmente sem o SolidWorks, o PhotoView 360 não é um software ou uma ferramenta digna de ser aplicada. (que o Rafael de Londrina e o Felipe de Maringá não leiam o que estou escrevendo). Ele é uma ferramenta poderosíssima se aplicado em conjunto com o SolidWorks e o PhotoWorks. Portanto nada muda… Nada muda mesmo. Atualmente o PhotoView necessita de suporte as configurações e o resto permanecerá no SolidWorks como já costumo dizer que deveria ser utilizado atualmente.

Esse comunicado pode ser encontrado nas notas oficiais da SolidWorks. Achei interessante eles se mostrarem sérios nisso. Eu mesmo estou parabenizando a empresa pela seriedade e respeito aos usuários do SolidWorks.

Estou com algumas dúvidas pessoais:

  • O PhotoView possui uma visualização de aparências muito boa… Será que ela substituirá o RealView? Talvez seria uma boa ou não…
  • Ainda existirá o PhotoView fora do SolidWorks?

To com muitos pensamentos. Mas quem acompanha a SolidWorks pode ver que muitas novidades estão surgindo para renderizações. Muitos usuários diziam que o PhotoWorks não era atualizado a muitos anos… Não concordo!!! Realmente não concordo e não posso concordar. Não existe nada melhor que a renderização instantânea do RealView e as aparências dele e do PhotoWorks estarem integradas. Isso foi implementado no Solidworks 2008. Como muitos usuários não possuem uma placa de vídeo homologada acabaram não vendo as novidades na prática. O que não se pode é dizer é que a SolidWorks não se mexia para ter uma ferramenta de renderização com suporte a grandes montagens e acho que o PhotoView irá ter essa proposta. O que realmente importa é o fato de que estamos vivendo em um momento de renovação.

Cliquem aqui para ver o comunicado da SolidWorks
http://www.solidworks.com/sw/support/CustomerBulletins.html
Sds,
Kastner

[...]

SolidWorks 2010 – Uma luz em nosso Horizonte

Postado por Guilherme Kastner Dia 16 de setembro de 2009

Senhores,

Está chegando no mês de outubro o tão aguardado SolidWorks 2010. A SKA estará com os eventos de lançamentos já agendados e publicados nos próximos dias. Existirá toda uma estrutura que apenas a maior revenda de SolidWorks da América Latina poderia oferecer aos seus clientes. Quem viver, verá!!!

Mas sobre o SolidWorks 2010… Muitas coisas parecem que saíram de um sonho. Pra mim, parece que ele quebrou paradigmas de projetos… Arquivos de peça serão conjuntos e arquivos de conjuntos estarão com as suas respectivas peças armazenadas internamente. Isso é uma revolução… Essas funcionalidades já existiam em versões anteriores do software mas parecem terem saído da adolescência e chegado a idade adulta na nova versão. Terei de ligar a alguns clientes assim que a versão estiver pronta para mostrar como o software irá revolucionar a forma de trabalho deles.

O software de simulação está cada vez mais integrado ao CAD e o CAD cada vez mais possui funcionalidades para auxiliar ele. Lembro que a muitos anos peças com múltiplos corpos poderiam possuir catacterísticas diferenciadas de materiais em cada um dos corpos mas o mesmo não era suportado no CAD… Viva o SolidWoks 2010!!!

Se teve uma coisa me que deixou chocado quando eu vi o SolidWorks 2009 foi a possibilidade de podermos construir uma chapa metálica com um chanfro nas bordas para inserção de solda. Quem se lembra do Help do SolidWorks podia criar chapas metálicas desde que a peça estivesse uma espessura constante. Inventor e Solid Edge que eu saiba também possuem a mesma restrição que as antigas versões do SolidWorks tinham. Na versão 2010 também estaremos com mais novidades em chapas metálicas. Teremos de ver pra crer… As chapas serão totalmente integradas com o ambiente de soldagens e estruturas tubulares. Algo totalmente fora de série.

Pra quem estiver afim de ler mais sobre o assunto existe o site da SolidWorks que fala sobre o lançamento da versão.

http://www.solidworkslaunch.com/

[...]

Livro SolidWorks 2009 – Arivelto Fialho

Postado por Guilherme Kastner Dia 14 de setembro de 2009

Senhores,

Como o Arivelto escreve muito… Tenho que fazer mais um post para divulgar o trabalho dele aqui no Blog. Confiram aqui abaixo a resenha do mais novo livro lançado por ele.

Com estrutura didática e organizada, este livro é um diferencial na abordagem dos diversos temas e comandos do programa. Estuda ferramentas que permitem criar modelos com segurança, editá-los, personalizá-los e mesmo criar realidades virtuais com renderizadores de imagens fotorrealísticas, como PhotoView 360 e PhotoWorks.
Ensina a criar montagens, verificar interferências e colisões, projetar moldes, estruturas de perfis soldados e componentes em chapas, layouts de plotagens com as vistas necessárias, incluindo vista explodida, lista de materiais e muito mais.
Os exercícios desenvolvidos passo a passo, questões de revisão e exercícios propostos ajudam a complementar o aprendizado.
Indicado a estudantes, como referência em cursos e a profissionais que precisem aprimorar conhecimentos.

Segue aqui abaixo uma imagem da capa do livro lançado.

SW2010 -Livro

Segue aqui abaixo o link para o site da editora.

Clique aqui para abrir o conteúdo

Me coloco a disposição para eventuais esclarecimentos.

Sds,
Kastner

[...]

Por que eu não necessito de cores nos desenhos?

Postado por Guilherme Kastner Dia 11 de setembro de 2009

image Senhores,

Essa semana eu fiz um post sobre meus desejos para novas versões do SolidWorks em que muitos dos meus desejos eram baseados em implementações de detalhes no ambiente de desenho. Observem aqui abaixo dois dos itens:

  • Possibilidade de configurar cor para o texto da lista de materiais e outra cor para o contorno da mesma.
  • Possibilidade de configurar cor para as setas das dimensões e outra para o texto.

Já me pediram isso muitas vezes mas eu considero isso totalmente desnecessário para o método de funcionamento do SolidWorks. Lembro que muita gente também me pede a possibilidade de configurar uma cor para linhas visíveis no ambiente de desenho e outra para as linhas invisíveis. Por que essa fixação por cores?

Isso é mais um fato histórico… Tem muitas coisas que são históricas nas normas e procedimentos de desenho. Antes de explicar o motivo pelos quais as cores eram empregadas no SolidWorks vou falar da lista de materiais que todos nós utilizamos. Na maioria das empresas a lista de materiais é posicionada logo acima da legenda (selo). A questão principal é pensar porque todo mundo inicia a numeração dos itens de baixo para cima. Melhor explicando, os primeiros itens estão embaixo e a lista vai crescendo. Por que isso? Por que antigamente as listas eram manuais e era mais fácil riscar mais uma linha acima na tabela do que recriar um desenho para inserir mais um item. Com o SolidWorks ou qualquer software do mercado esse cuidado se tornou desnecessário mas as empresas preferem manter o padrão antigo. Essa é uma aplicação em que o software foi adaptado a velhos costumes.

E o que isso tem a ver com cores em linhas?

A resposta está no AutoCad… Quem usa as versões mais recentes não deve entender essa necessidade mas os mais antigos sim. Antigamente não existia a opção de definir espessura nas linhas no AutoCad mas tinha um método do software reconhecer isso no momento da impressão através das cores. Por exemplo, montávamos uma tabela dizendo que as cores poderiam seguir o seguinte esquema

  • Vermelho – 0.1mm
  • Amarelo – 0.2mm
  • Azul – 0.3mm

Segue abaixo uma imagem da janela em que os usuários definiam as espessuras das linhas baseadas nas cores.

ctb

ctb2

Isso deixou de ser obrigatório pq o próprio AutoCad e os softwares existentes no mercado passaram a ter suporte para a definição de espessuras nas linhas sem a utilização de cores. Me surpreendo que eu me lembro deste detalhe pois a primeira versão de AutoCad que trabalhei já era a 2000 e que tinha suporte na definição de espessuras.

Agora saindo do AutoCad e partindo para o próprio SolidWorks. Nas opções dos templates de desenho pode-se definir a espessura das entidades conforme necessário.

image 

image

Bem… No SolidWorks ou em qualquer outro software ninguém necessita das cores propriamente ditas pq NINGUEM imprime os desenhos com cores. Apenas semana passada um cliente me justificou a utilização de cores mas era um motivo totalmente especial e facilmente configurável. Para todo o restante, apenas configurar espessura das linhas era necessário.

Daí… Um último questionamento, por que definir cores em texto? Porque quem utilizava a fonte SIMPLEX tinha que definir uma espessura para o traçado da mesma.

Bem… Tenho que me ir.

SDS,
Kastner

[...]

Meus sonhos para as próximas versões de SolidWorks

Postado por Guilherme Kastner Dia 9 de setembro de 2009

image Senhores,

Daqui a menos de 1 mês será lançado o SolidWorks 2010. E estou pensando… Em que sentido poderíamos evoluir como Software? O que falta para o SolidWorks? No que ele poderia ser melhor? Quais features desejamos?

Vou colocar mais uma lista de sugestões minhas para as próximas versões:

  • Que o Loft de chapa metálica seja mais simples de ser executado – Atualmente necessitamos da mesma quantidade de entidades no perfil superior e inferior. Nada de muito complexo mas poderia ser um pouco mais simples. Hoje se os perfis a serem transicionados não forem iguais o SolidWorks apenas não insere as linhas de dobra mas cria uma peça planificável.
  • Configurar estilos de linhas diferenciados no Solidworks para indicação de dobras de chapas metálicas – Hoje em um ambiente de desenho o SolidWorks insere notas informando se a dobra de chapa metálica é para cima ou para baixo e isso já é MUITO mas MUITO bom. Se a chapa for muito complexa, seria melhor inserir linhas com cores ou estilos diferenciados para indicar a direção de dobra do que criar uma página de livro ilustrada com muitos textos. Novamente, ninguém morre por não possuir isso atualmente no SolidWorks.
  • Comando de superfície de forma livre igual ao do Rhino – Atualmente o comando forma livre necessita de uma aresta na face a ser deformada. Quem usa o Rhino consegue criar formas totalmente livres partindo de esferas. Uma vez fiz exercício em que uma esfera virava um pato. Eu não faço patos com o SolidWorks mas isso nos forneceria uma flexibilidade maior de desenho. Outra coisa interessante sobre o comando de forma livre é lembrar que na face a ser modificada criamos pontos e linhas a serem deformados. Atualmente o SolidWorks seleciona apenas os pontos que estão na mesma linha para serem modificados.
  • Maior integração com layers no arquivo de desenho – Não considero algo realmente necessário a integração com layers no SolidWorks mas isso ajuda a alguns prestadores de serviço. Quem entrega projetos para a Vale do Rio Doce, Petrobras, Braskem ou Gerdau tem de atender a regras das empresas no que diz respeito a formatação de arquivos e layers em arquivo DWG. Atualmente contamos com dois métodos de exportação de desenhos em camadas.
    • Ao salvar o arquivo em DWG pode-se configurar o destino das entidades no arquivo que será gerado. Inclusive pode-se criar um arquivo com essas configurações para utilizarmos posteriormente.
    • Nos estilos do template de desenho pode-se determinar em quais camadas algumas determinadas entidades serão inseridas. Essa pra mim seria a solução ideal para o SolidWorks mas atualmente nem todos os objetos podem ser configurados previamente. Com isso, todos os objetos poderiam obter a definição de camadas diretamente no SolidWorks. A minha maior bronca é o fato do SolidWorks não poder configurar todos os objetos em suas respectivas camadas.
  • Vamos a um detalhe mais ridículo em ambientes de desenho que seria a possibilidade de informar cores diferentes ao texto da dimensão em relação as setas inseridas. Novamente, ninguém morreu até hoje por não existir essa possibilidade mas seria legal pois é algo muito simples. O mesmo poderia ser empregado nas listas de materiais em que a borda poderia ter uma cor e o texto outra. Eu terei de escrever um post nos próximos dias falando porque isso não é tão necessário no SolidWorks mas mesmo assim eu acharia legal.
  • Possibilidade de detalhar peças e montagens no mesmo arquivo de desenho. Se inserirmos os balões nos componentes existentes na vista de montagem sempre estaremos com tudo na mais absoluta normalidade. Atualmente quando a lista de materiais for gerada para a montagem ao inserir o balão em uma vista de peça que está inserida na montagem, o numero do mesmo sempre será 1. A lista de materiais e os balões estão vinculados a montagem e não as suas respectivas peças. Se realmente desejarmos numerar as peças com balões junto com as montagens, o método mais fácil é inserir os balões nas peças e alterar os seus valores manualmente. São poucas as empresas que possuem este problema pois geralmente cada peça possui o seu respectivo arquivo de desenho e elas não necessitam de balão.
  • O mais simples de tudo… Ao gerar uma lista de materiais para uma vista de montagens, poder retirar da lista de materiais componentes que estão ocultos. Atualmente é fácil de se fazer isso mas é necessário criar uma nova configuração e o componente deverá estar suprimido.

Esse post é mais para eu raciocinar e organizar as MINHAS ideias de usuário de SolidWorks e pensar no que eu acho necessário para o Software. Todo mundo quando pensa em lançamento de novas versões fica me perguntando o que vem… Eu falo mas fico pensando nas coisas que acharia necessário para o aplicativo em um futuro próximo. Ninguém morreu pelo software não possuir as ferramentas acima.

Amanhã vou fazer um post até rebatendo e explicando porque o software não possui e não necessita de certas ferramentas que eu coloquei aqui como possíveis melhorias para ferramenta.

Mas antes de terminar… Desafio os leitores a pedirem melhorias para o software… O que você deseja? Comente…

Sds,
Kastner

[...]

Carro Modelado no SolidWorks – Tutorial em vídeo

Postado por Guilherme Kastner Dia 8 de setembro de 2009

solidworks-audi-r8 Senhores,

Esta semana começou a circular na internet um vídeo elaborado com o SolidWorks apontando a utilização do programa para criar todo um Audi com recursos de superfícies.

O primeiro a escrever sobre o assunto foi o mais “diferente” dos blogueiros da comunidade de SolidWorks, Josh Mings. Depois o gerente técnico da SolidWorks mandou um e-mail para as revendas comentando o assunto. Vamos um pouco mais a fundo nessa história e entender do que se trata.

Aqui abaixo eu coloco o texto retirado do blog do Josh em que o criador do carro comenta o assunto.

Tudo começou a alguns anos quando estava aprendendo a utilizar os recursos de superfície do SolidWorks e fiquei impressionado com a quantidade de recursos que encontrei. Mas era complicado de encontrar bom conteudo sobre o assunto.

Solidworks_Car_01-525x262

Anos passaram e eu finalmente fiquei bom no SolidWorks. Então eu comecei a desenhar o R8 somente por diversão como um projeto secundáro. Eu também conseguiria desenhar meu antigo Chevy Cavalier… Mas o R8 se mostrou mais interessante.

Solidworks_Car_02-525x233 

Eu fui escrevendo sobre o meu progresso e o retorno de outras pessoas foi impressionante. As pessoas me diziam que o projeto de carros era muito complexo para elas… Mas sabem qual o problema? Projetar um carro não é tão difícil… O grande problema é que as pessoas tem medo de utilizar superfícies e esboços com Splines! Vamos encarar isso! Nunca conseguiremos um formato sexi utilizando linhas e arcos… Se necessitamos de formas suaves, necessitaremso de esboços suaves.

Solidworks_Car_03-525x266

Após a conclusão do carro, muitas pessoas me perguntavam se eu conseguiria criar um passo a passo sobre como o R8 foi projetado. Então a 5 meses passados eu decidi criar este tutorial que mostra que não é tão difícil de de modelar um carro.

Prepare-se para aprender

O plano de Daniel é tornar este tutorial disponível para compra nas próximas semanas. Caso desejares saber quando estiver disponível, foi criado um site para o Tutorial sobre o Audi R8. Você poderá se cadastrar na lista de e-mails lá existente. Por enquanto estão disponíveis mais algumas imagens sobre o carro desenhado no SolidWorks e claro mais um vídeo prévio logo abaixo.

 Solidworks_Car_04-525x150

Solidworks_Car_05-525x256

Solidworks_Car_06-525x281

Segue abaixo o vídeo disponibilizado pelo usuário onde as 12 horas de trabalho estão resumidas em pouco mais de 5 minutos.

Isso ajudará a todos a entender o processo de criação do carro.

Lembro a todos que retirei este conteúdo quase na íntegra do Blog SolidSmack.com que é de autoria do Josh Mings.

Segue aqui abaixo o link para o post original.

http://www.solidsmack.com/how-to-model-a-audi-r8-car-in-solidworks-youll-love-this-video/2009-09-02/

Sds,
Kastner

[...]

Truques para seleção de face – Selecionar Outra

Postado por Guilherme Kastner Dia 4 de setembro de 2009

imageSenhores,

Estou em um cliente em que discutíamos algumas situações de seleção de faces para posicionamentos de montagens em que se torna necessária a rotação dos componentes para a seleção das faces.

Quanto maior a montagem mais lenta e complexa pode se tornar a rotação de componentes para a seleção de uma face. Imaginem uma montagem com 10.000 componentes e a necessidade de uma rotação.

Observem a situação dessa montagem abaixo

image

O que é necessário é fazer a face do parafuso encostar na mandíbula móvel conforme a imagem abaixo

image

Novamente, com a vista na isométrica conforme a imagem abaixo…

image

Observar que a face de contato de parafuso com a mandíbula está oculta pela vista. Ao acionarmos o comando posicionar, não conseguiremos selecionar a face sem uma rotação de vista. Com o comando posicionar ativo, eu clico com o botão direito do mouse sobre a face cilíndrica do parafuso e seleciono a opção “Selecionar outro”.

image 

Observar que o comando selecionar outro possui duas funcionalidades

  • Com o botão direito excluímos as faces a serem ocultas
  • Com o botão esquerdo do mouse seleciona-se a face a ser posicionada

image

Observar que na imagem acima eu cliquei em várias faces com o botão direiro do mouse até ocultar todas as faces que não são necessárias para o posicionamento e selecionei a face a ser posicionada.

image 

Na imagem acima já possuímos os componentes montados da forma correta.

A opção selecionar outra face é de simples aplicação pouco conhecimento por parte dos usuários.

Sds,

Kastner

[...]

O que é subscription?

Postado por Guilherme Kastner Dia 2 de setembro de 2009

image Senhores,

Quando escrevi sobre as provas de certificação da SolidWorks comentei sobre a gratuidade das provas para quem possui a atualização tecnológica do SolidWorks em dia. Uma coisa que eu não esperava era como o pessoal questionou sobre o que é isso. Em primeiro lugar, lembro que esse serviço é também conhecido como:

  • Subscription
  • Assinatura
  • Atualização tecnológica

Esse serviço pode ser renovado periodicamente pelos usuários de SolidWorks conforme acertado com a sua revenda. Que eu me lembre, na SKA trabalhamos com renovações por período de 1 ano ou 5 anos.

Mas o que leva a alguém a atualizar ou comprar este serviço? Por que investir nisso?

Segue aqui abaixo um material que eu obtive com a ajuda do pessoal da SKA.

Atualização tecnológica: O usuário possuirá direito a todas as versões de SolidWorks lançadas no período de vigência da assinatura. Essa atualização nos dá direito a downloads de atualizações (Service Pack) e as novas versões.

Suporte técnico: Os usuários que foram treinados pela SKA têm assistência ao vivo por telefone, e-mail e acesso remoto para recursos do produto, comandos de menu, questões sobre instalação e solução de problemas.

Certificação de Profissionais: O cliente pode realizar um exame que avalia a proficiência do usuário, permitindo aos gerentes destacar áreas que podem exigir treinamento adicional. Para cada licença do software SolidWorks com Subscription ativo, o cliente tem direito a um exame gratuito do CSWP (Profissional Certificado SolidWorks) ou do CSWA (Associado Certificado SolidWorks).

Privilégios para solicitações de aprimoramento: Garante o direito de solicitar aprimoramentos e influenciar diretamente no desenvolvimento futuro do produto. Na verdade, as empresas com Subscription ativo iniciam mais de 90% das centenas de aprimoramentos apresentados a cada nova versão do software. O cliente pode inclusive fornecer dados sobre uma funcionalidade necessária para atender a uma utilização específica.

Base de conhecimento: Uma biblioteca abrangente de documentos, que inclui artigos técnicos, tópicos de ajuda, dicas técnicas, alertas técnicos, macros e práticas recomendadas, todos escritos e revisados por especialistas da SolidWorks.

Em muitos casos essa base de conhecimento ajuda a alguém solucionar os problemas do SolidWorks enquanto em horários em que o suporte da revenda não trabalha.

Webcasts da SolidWorks: Transmissões pela Internet programadas regularmente oferecem dicas de programadores, especialistas em suporte técnico e outros usuários do SolidWorks no mundo todo.

Existem apresentações que mostram truques de utilização do software de projetos e simulação. E outros ainda explicam como funcionam os suplementos.

Portal do Cliente SolidWorks: Permite acesso on-line 24 horas a uma ampla gama de informações e recursos.

Com o Serial Number em mãos o usuário do SolidWorks poderá ter acesso aos seguintes serviços após o cadastro no portal:

• Fazer download da versão mais recente do software e de atualizações (Service Packs).

• Consultar solicitações de aprimoramentos e acompanhar os pedidos de serviços.

• Acessar uma base de conhecimento.

• Assistir webcasts (transmissões) e vídeos on-line.

• Participar de fóruns de discussão moderados.

Me coloco a disposição para eventuais esclarecimentos.

Sds,
Kastner

[...]

© Copyright SolidWorks e as Dicas do Kastner | Design por Paulo Estevão