/ SolidWorks e as Dicas do Kastner: Agosto 2008

Será que o SolidWorks é só Solid?

Postado por Guilherme Kastner Dia 29 de agosto de 2008

O solidWorks ao longo dos anos tem evoluido constantemente na parte de superfícies e modelamento de geometrias complexas. Muitas formas livres, superfícies irregulares e geometrias complexas passaram a fazer parte da vida dos projetistas.

Segue abaixo uma imagem de um usuário famoso de SolidWorks, Mike J Wilson.
 

Todas essas imagens foram geradas com o SolidWorks 2001 e utilizando o comando superfície preenchida. Vou estar procurando informações de peças geradas com versões mais atualizadas do software e publicá-las aqui.

Também estarei dscutindo mais sobre superfícies aqui neste blog nos próximos dias.

Sds,
Kastner

[...]

Uma ferramenta de Comunicação - PDF 3D

Postado por Guilherme Kastner Dia 28 de agosto de 2008

Antes de concluir os artigos de Peso leve para montagens, postarei um tópico sobre compartilhamento de dados.

Uma situação comum entre os projetistas é ter de enviar uma prévia dos produtos a clientes ou gerentes de engenharia. Mas nem sempre essas pessoas possuem uma ferramenta SolidWorks.

Desde a versão 2007 do SolidWorks está acessível a todos usuários a geração de arquivos PDF 3D. Essa tecnologia é desenvolvida pela Adobe e está inserida até no SolidWorks Standart.

Essa funcionalidade funciona com arquivos de peças e montagens de maneira muito simples. Com o modelo aberto salve uma cópia do mesmo (menu arquivo--> Salvar como), Selecione a extenção Adobe Portable Format e marque a opção Salvar PDF 3D

Após Salvar o arquivo, Abra o PDF no Adobe Acrobat Reader. Verifique que se trata de apenas uma página que possui uma vista 3D que poderá ser rotacionado. Para a abertura desse tipo de PDF, recomendo que seja instalada a última versão do software de leitura.

Um PDF mais elaborado poderá ser criado com o auxílio de uma ferramenta destinada a este fim, verifique o link abaixo. Mas eu não sei qual programa utilizado neste arquivo mas sei que existe a possibilidade de integrarmos o SolidWorks nestes desenvolvimentos.

Na Conclusão dessa discução, não recomendo esse formato de arquivo como a ferramenta de comunicação padronizada para o SolidWorks mas sim o e-Drawings. Futuramente estarei falando mais sobre isso.

[...]

Como fazer um oblongo?

Postado por Guilherme Kastner Dia 27 de agosto de 2008

Olá...

Ainda voltarei a falar de grandes montagens mas vamos a um pequeno truque.

Um bem legal e simples é mágica da linha em oblongo.

Poxa, pra alguns pode parecer estranho pois desde o autocad necessitamos de toda uma sequência de arcos, linhas e talvez o Trim para fazer essa geometria.

Simples,

  • Desenhe uma linha
  • Deixe-a posicionada no local onde será colocado o oblongo
  • Selecione a entidade
  • Execute o Offset nos comandos de esboço
  • Basta selecionar as opções abaixo, determinar uma dimensão e conformar o comando

[...]

Peso Leve para as montagens - Parte 3

Postado por Guilherme Kastner Dia 26 de agosto de 2008
Como eu adoro falar de grandes montagens... Aqui eu continuo...
Creio que o que ainda é traumático para os usuários é trabalhar com o detalhamento da montagem que é carregada em peso leve.
A algumas versões de SolidWorks era necessário utilizar os desenhos desanexados para se obter um desempenho interessante do SolidWorks. Essa tipo de arquivo de desenho quebra o link com a montagem original. Abaixo eu quero listar algumas das vantagens e desvantagens dos desenhos desanexados
  • O arquivo de desenho não busca o controle da montagem, portanto uma pessoa poderá alterar a montagem enquanto um altera o desenho de maneira independente.
  • O arquivo de desenho será bem maior em relação ao desenho normal pois durante a desanexação muitas informações do modelo serão carregadas a este arquivo.
  • Se a montagem for modificada, o desenho necessitará um grande tempo para a atualização dos arquivos
  • O desenho desanexado abre de uma forma rápida e exige uma menor quantidade de memória Ram.

Com a inserção do Lightweight nos detalhamentos passamos a ter outras vantagens

  • Uma associatividade do arquivo de desenho com a montagem
  • Uma quantidade de memória Ram menor e uma redução no tempo de abertura comparada ao arquivo normal.
  • O tamanho do arquivo não possui acréscimo de dados.

A abertura dos desenhos como peso leve é selecionada da mesma forma como ocorrem nas montagens, por uma opção na caixa de diálogo na abertura dos arquivos.

Creio que eu estarei fazendo mais um tópico nessa semana sobre Peso leve para as grandes montagens.

[...]

Peso Leve para as montagens - Parte 2

Postado por Guilherme Kastner Dia 25 de agosto de 2008

Vamos a continuação do Blog e aos comentários sobre os componentes de peso leve.

O que isso nos traz de reais benefícios?

Com o peso leve poderemos realizar uma série de operações de montagens Adicionar/remover posicionamentos Detecção de interferência Seleção de aresta/face/componente Detecção de colisão Recursos de montagem Anotações Medidas Dimensões Propriedades da seção Geometria de referência de montagem Propriedades de massa Vistas de seção Vistas explodidas Seleção avançada de componentes Simulação física

Entre muitos usuários de versões antigas de SolidWorks existe uma restrição ao uso desse carregamento mais rápido pois o software carregava os componentes ao clicarmos em suas faces, utilizarmos uma vista de corte ou outras operações de montagens. Ainda bem que o tempo passou e o SolidWorks agora está mais maduro.

Mas uma coisa a ser ressaltada é o fato de que poderemos ler as peças na montagem mas as suas respectivas features não são completamente carregadas. As peças aparecerão apenas com os planos de origem listados no feature manager.

Verifique a imagem abaixo

[...]

Peso leve para as montagens - Parte 1

Postado por Guilherme Kastner Dia 22 de agosto de 2008

Com o avanço do 3D passou a existir um aumento da complexidade dos conjuntos com os componentes inseridos em um conjunto. Na mente dos projetistas exite uma "lentidão" na abertura destes arquivos mas que na minha opinião não existe. O que provavelmente os usuários usam como comparativo é a abertura de arquivos DWG nos seus respectivos programas.

Em minha jornada na utilização do SolidWorks, já vi montagens com dezenas de milhares de componentes sendo abertas de maneira eficiente pelos usuários. Uma grande montagem existe toda um cuidado na manipulação dos arquivos e o mais básico deles é a utilização dos componentes em "peso leve" ou chamado no inglês como Lightweight. Mas afinal o que é isso?

Não, não estamos falando de Boxeadores! Mas sim de uma opção de abertura de arquivos no Solidworks. Sempre que abrirmos uma montagem, nas opções de abertura estará disponível uma opção para tornarmos os componentes "peso leve".

Com isso, a montagem sempre possuirá um tempo de abertura menor, o computador passará a utilizar uma quantidade menor de memária Ram, e o usuário não deixará de fazer nada do que já faz em suas montagens. Nos próximos dias estarei discutindo outros recursos dessa funcionalidade e como aplicar isso de uma forma mais eficiente no seu trabalho.

Sds,
Kastner

[...]

O que ninguem explica

Postado por Guilherme Kastner Dia 21 de agosto de 2008

Bem,

Mais um dia a caminho... mais um post... Mais questões a serem resolvidas e esclarecidas.

O que existe por traz de uma instalação de SolidWorks? Seria apenas um Avançar--> Avançar--> Avançar--> Terminar?

Até onde existe um cuidado com o gerenciamento de informações com o software

Como eu posso aplicá-lo na minha companhia?

Diariamente eu me deparo com esse tipo de problemas e questionamentos.

Imaginem uma engenharia com mais de duas pessoas, eles sempre deverão estar com as informações padronizadas, templates bem definidos, formatos de folha criados, banco de dados com informações de materiais cadastradas, bibliotecas de recursos em componentes... Os usuários sempre deverão possuir a mesma definição em qualquer situação independente de qualquer software. Uma situação mais incômoda é dar um "pau" no HD de um usuário e perdermos as configurações definidas.

Com o SolidWorks, deveremos modificar as opções de usuários nos registros do Windows... Calma!!! Não é nada muito complicado. Basta acessar uma área estratégica do aplicativo. No menu Ferramentas--> Opções --> Opções do Sistema --> Locais de arquivos. Por default em uma instalação executada por um CD, todos os arquivos ficam armazenados de uma forma local.

Mesmo que se trabalhe sozinho em uma empresa seria ideal que armazenássemos as informações em um servidor para que possamos ter os dados inseridos em uma rotina de backup gerenciada por um administrador de rede. Sempre que ocorre um problema no servidor de dados de nossa empresa esperamos que o backup funcione de uma forma adequada.

Sempre que fizermos essas configurações em uma máquina, o problema é perder o mesmo tempo e aplicar tudo no computador do meu colega. Imagina explicar tudo o que foi modificado pra ele? Sem chances, muito demorado.

Então, revisando... A melhor maneira de modificarmos os problemas com as configurações é começarmos. Lendo as opções de locais de arquivo e copiando as pastas e diretórios citados para colarmos os mesmos em um diretório de rede. Segundo, todos os usuários deverão enxergar o diretório de armazenamento com privilégios de leitura e escrita (preferencialmente) e com o mesmo caminho. É terrível ver que em alguns locais, colegas de trabalho usam mapeamentos de rede com letras diferente e em níveis diferentes para localizar a mesma pasta. Portanto, nem todos os problemas de uma instalação de SolidWorks estão presentes no software mas muitos estão no ambiente corportativo no qual ele está sendo instalado.

Uma vez que um usuário modificou a instalação vamos a aplicação das configurações aos colegas de trabalho. Junto ao SolidWorks, é instalado um aplicativo chamado "Assistente de cópia de configurações". Ele é capaz de reunir as informações de um computador em um arquivo que poderá ser executado por outro usuário em um outro computador. Não só as opções do sistema serão armazenadas mas poderemos salvar também layout de Toolbars, atalho de teclado e customizações de menus. Portanto, até o colega que gostou dos teus novos atalhos de teclado poderá ser beneficiado.

[...]

DriveWorksXpress

Postado por Guilherme Kastner Dia 20 de agosto de 2008
No meu primeiro POST gostaria de falar sobre o DriveWorksXpress pois são poucos os usuários que realmente conhencm essa aplicação para o SolidWorks. Mas afinal, o que é o DriveWorksXpress? Para o que ele serve? Como eu posso aplicá-lo na minha engenharia? Essa ferramenta nada mais é que um automatizador de projetos baseado em regras. Pequenas aplicações poderão serem criadas para uma grande economia de tempo nas engenharias. Lembrei-me de um dia em que eu conversava com um amigo no suporte on-line da SKA quando ele me comentou que o gerente dele pensava que a engenharia era uma padaria. A palavra padaria me troxe algumas dúvidas... Perguntei a ele: "Por que padaria?". A resposta foi mais surpreendente: "Ele acha que os projetos são como uma fornada e devem sair a cada hora". Imaginem só! O que essas pessoas não conheciam era o DriveWorksXpress. Basicamente, vamos entender o fluxo de trabalho com o DriveWorksXpress. Possuímos as seguintes etapas de trabalho:
  • Criação de um banco de dados
  • Definição de arquivos de peças e montagens que serão otimizados em uma automatização de projetos
  • Captura das dimensões e recursos que serão controlados Criação de uma interface para que o usuário defina os parâmetros do projeto
  • Criação de regras onde definiremos como os dados da interface que criamos passarão a controlar os dados de dimensões e recursos capturados.
  • Automatizar o projeto já criado pois ele está pronto para ser usado.

Segue abaixo duas imagens de um exemplo de automatização de uma motobomba. O usuário poderá modificar dimensões e componentes. No final do processo os detalhamentos que o usuário selecionou também serão gerados automaticamente.

O que pode ser mais complicado para um usuário é a definição do primeiro projeto. Sempre existirão dúvidas do que automatizar como automatizar, o que controlar, etc. Já vi com o DriveWorksXpress a automatização de partes de um grande projeto, painéis elétricos, eixos, polias, estruturas entre outras coisas.

Verei a possibilidade de postar mais coisas sobre esse aplicativo mas sintam-se muito a vontade para fazer perguntas sobre ele. Coloco abaixo o site da SKA para mais informações sobre os produtos.

http://www.ska.com.br/

Sds, Kastner

[...]

Um Olá!

Postado por Guilherme Kastner
Um Olá a Todos!
É com muito orgulho e alegria que estou aqui dando início a este BLOG. Creio que este seja o primeiro do Brasil voltado a programas CAD e mais especificamente ao SolidWorks.
Sou Guilherme Kastner, funcionário da SKA Automação de Engenharias. Trabalhamos diretamente focados em implementação de sistemas de design e manufatura para os nossos clientes.
Tenho alguns objetivos com esse Blog. Vou listá-los logo abaixo
  • Apresentar novidades do SolidWorks
  • Divulgar o nome da SKA
  • Direcionar os estudos dos usuários de SolidWorks existentes no Brasil.
  • Aumentar a comunidade SolidWorks

Em breve postarei as minhas dicas técnicas, mas creio que também postando as minhas dificuldades na utilização do software.

Um bom dia a todos...

E aguardem,

Sds, Kastner

[...]

© Copyright SolidWorks e as Dicas do Kastner | Design por Paulo Estevão